top of page
Papa Francisco

Papa Francisco

313191600_5944505362246963_3858099936152852453_n

313191600_5944505362246963_3858099936152852453_n

312256644_1235185860666187_1385674865839748650_n

312256644_1235185860666187_1385674865839748650_n

311376525_624857969382867_4576572546489013593_n

311376525_624857969382867_4576572546489013593_n

312189621_5278210295638113_5612949061859881980_n

312189621_5278210295638113_5612949061859881980_n

312205293_613385793908319_9165046933327818483_n

312205293_613385793908319_9165046933327818483_n

311506110_696469258027245_4545160237835448032_n

311506110_696469258027245_4545160237835448032_n

IMG-2189

IMG-2189

IMG-1640

IMG-1640

74431790_924778511234815_8264463911634337792_n

74431790_924778511234815_8264463911634337792_n

Jornadas da Catequese - Povoação 2021

Jornadas da Catequese - Povoação 2021

Jornadas da Catequese - Nordeste 2021

Jornadas da Catequese - Nordeste 2021

I Jornadas Formativas

I Jornadas Formativas

Caminhada da Quaresma

Download AQUI

TESTEMUNHO DAS CATEQUISTAS - RETIRO

                   

                                  Isabel Gil

                                     Catequista da Paróquia de São Paulo, Ribeira Quente.

No primeiro sábado deste mês de outubro, dia 7, teve lugar um retiro para catequistas,
no qual tive a graça de participar.O retiro foi organizado pela Delegação de Catequese de São Miguel, decorreu no
Convento de São Francisco, em Vila Franca do Campo. Participaram mais de meia centena de catequistas vindos das várias Ouvidorias de S
ão Miguel. O diretor espiritual responsável pelo retiro foi o Padre Carlos Simas, tendo também participado o Ouvidor eclesiástico anfitrião: Padre José Borges que fez o acolhimento ,o Padre Tiago Tédeu e o Padre João Ponte.
Retiro, tempo de paragem, tempo para alimentar a alma e o espírito, como que alembrar-nos: “ Nem só de pão vive o Homem “ Mt 4,4
Tempo de encontro, de encontros… Encontro com Ele e com os irmãos de jornada. Todos somos chamados a trabalhar na
vinha do Senhor mas há que estar atento à Sua voz. Foram momentos preciosos que muito nos enriqueceram espiritualmente.
O Padre Carlos Simas falou-nos sobre a Esperança e do sermos peregrinos dessa mesma esperança. Não uma esperança qualquer mas uma esperança que nos faz perseverar e acreditar que é possível. Que há caminho a fazer. Que não estamos sós que como nos lembra São João Paulo II, devemos “ Escancarar as portas a Cristo”, só assim seremos capazes de nos aventurarmos a acreditar. Se dermos e fizermos o nosso pouco, Deus fará o muito, o resto. Deus bem sabe da nossa pequenez.
O que significa Esperança na Sagrada Escritura? Significa confiar, entregar na oração, junto ao sacrário, no altar do Senhor.
Quem tem esperança é alegre, persistente, consegue enfrentar as dificuldades pois sabe que conta com Ele. Como nos lembra São Paulo:” Eu sei em quem depositei a minha confiança” 2Tim 1,12.
Houve momentos de adoração ao Santíssimo com um itinerário proposto de passagens do Antigo Testamento e do Novo Testamento sobre a esperança, para cada um meditar. Após o almoço partilhado tivemos uma segunda conferência proferida também pelo Padre Carlos Simas sobre o perdão. Perdão como metamorfose necessária para a nossa evolução espiritual e liberdade enquanto cristãos comprometidos. Só quem perdoa e recebe perdão é verdadeiramente livre e feliz.
O itinerário foi-nos preparando para: o sacramento da Reconciliação e a Santa Eucaristia celebrada na Capela do Convento de São Francisco em comunidade de fé, com as crianças da Catequese e os seus pais. Foi o momento alto do nosso retiro.
Dou graças a Deus por ter ido. Cada detalhe do itinerário só pode ter sido preparado com muito amor a Cristo Jesus.
Viveu-se um dia de muita paz, alegria e partilha. Que detalhe, Senhor tiveste comigo, connosco. Detalhe desde a escolha do lugar, um lugar em que se respira, tranquilidade, santidade. Quantos homens apaixonados por Cristo, rezaram, viveram nesse convento.
Quem organizou, quem se preparou para estar, quem deu do seu tempo para que tudo corresse pelo melhor, só o pode ter feito com entrega e amor. Bem hajam por isso. Fez muito sentido este retiro antes do início deste Ano Pastoral pois dá-nos força para o caminho e alegria ao coração. Foram momentos muito próximos de Cristo os vividos por todos, sobretudo na Eucaristia em que os mais jovens também cantaram e juntos fizemos festa com Ele e por Ele.

Isabel Gil
Catequista na Paróquia de São Paulo, Ribeira Quente

___________________________________________________________________________

                          

                          Helena Esperança

                                       Catequista e Representante da Catequese da Ouvidoria de Vila Franca do Campo

 

A Delegação da Catequese das Ilhas de S. Miguel e Santa Maria promoveu um encontro de catequistas, em retiro, porque "Nem só de pão vive o Homem" Mt 4,4. O retiro teve lugar no Convento de São Francisco, em Vila Franca do Campo, no passado dia 07 de outubro.
O espaço, muito adequado, com um qualificado claustro, foi lugar de acolhimento e de reflexão.
O programa teve início às 10H, permitindo a presença de cerca de uma centena de catequistas, que se deslocaram das várias paróquias da nossa Ilha. O acolhimento foi feito pelo Pe. José Borges, ouvidor eclesiástico da Ouvidoria anfitriã,
com a presença do Pe. Tiago Tedéu. A apresentação do tema da conferência, Esperança, bem como a reflexão conjunta sobre o Perdão foram conduzidos pelo diretor espiritual Pe. Carlos Simas, temas que tratou de forma profunda, sem ser endurecido, num ambiente descontraído com citações oportunas e várias histórias.
O te
ma da conferência, enquadrado no contexto católico, mas também nas vivências do mundo moderno, onde urge encontrar caminhos de amor e paz, convida-nos a perceber qual a importância de nos conhecermos melhor, de nos escutarmos, de pararmos em meditação, para ouvirmos o nosso Deus dizer que devemos viver com confiança e em
Esperança.

A exposição do Santíssimo Sacramento foi um dos maiores momentos do retiro, num espaço preparado para a oração, em silêncio, em adoração, pudemos ouvir a nossa Fé, e na Fé, esperamos, esperamos pelo tempo de Deus, com alegria e em atitude de confiança, na certeza de que com ELE conseguimos vencer todas as tribulações, porque o tempo de
Deus é perfeito. O almoço foi partilhado, em ambiente de grande convívio e confraternização entre todos. Em momento anterior à Santa Missa, seguiram-se as confissões, também com a presença do Pe. João Ponte.
O encerramento do retiro acontece com a celebração da Eucaristia pelas 15H, reunindo- se na Igreja dos Frades, não só as catequistas, mas também os catequizandos das nossas catequeses e os seus pais e familiares, onde todos foram enviados, animados com a presença de Deus, a razão da nossa Esperança.
Deixamos aqui alguns testemunhos das nossas catequistas:
- A
dorei este dia, tempo de reflexão para todos, muito obrigado aos senhores padres, e à catequese
- Foi lindíssimo em todos os sentidos adorei e a amizade com todos as catequistas foi um dia

muito bem passado.
- Foi grandioso e produtivo
- Foi lindo

Helena Esperança

Catequista de Vila Franca do Campo.

bottom of page